Mais Indicadores GRI confirmam compromissos

Dados e informações sobre as operações, práticas e relacionamento com stakeholders em 2013 reforçam sustentabilidade.

“Esta publicação apresenta nível B+ de aplicação dos indicadores GRI”

Este é o terceiro Relatório de Sustentabilidade que a Minerva S.A. (Minerva Foods) publica, anualmente, em sintonia com as diretrizes da Global Reporting Initiative (GRI), em sequência à edição 2012, apresentada aos públicos de interesse da organização em novembro de 2013. (GRI-3.1; GRI-3.2; GRI-3.3)

De acordo com os indicadores GRI-versão 3.1 autodeclarados para a confecção deste Relatório, e as demais informações materiais incluídas, esta publicação apresenta nível B+ de aplicação, em que as formas de gestão de aspectos materiais de Sustentabilidade, bem como o desempenho por meio de indicadores identificados como materiais para a organização e partes

]

Os dados apresentados neste Relatório de Sustentabilidade Minerva Foods 2013 foram objeto de análise e receberam a asseguração da empresa BDO RCS Auditores Independentes, em declaração publicada na página 82. (GRI-3.13)

As informações de desempenho abrangem o período de 1º de janeiro a 31 de dezembro de 2013, e se referem às Unidades Industriais Frigoríficas da Minerva Foods no Brasil, inclusive a de Rolim de Moura (RO), que é uma empresa controlada. (GRI-3.1; GRI-3.11)

Os dados e indicadores apresentados se referem às plantas localizadas nos municípios identificados na tabela abaixo:

Unidades Industriais


Local

Araguaína (TO)

Barretos (sp)

Batayporã (MS)

Campina Verde (mg)

José Bonifácio (sp)

Palmeiras de Goiás (go )

Rolim de Moura (ro )

Apesar de não serem parte do limite deste Relatório, serão citadas ao longo do documento as unidades industriais no Paraguai (controladas Friasa S.A. e Frigomerc S.A.) e no Uruguai (controlada Frigorífico Pulsa S.A.), além das filiais Minerva Casings, Minerva Biodiesel e Minerva Couros, com a inclusão de dados e informações devidamente discriminadas para efeito de consolidação. (GRI 3.6; GRI 3.8)

Para os próximos ciclos, a Minerva Foods pretende analisar a viabilidade de ampliar o limite para abranger os demais negócios sob seu controle ou sua influência significativa, de acordo com das diretrizes da GRI – Definição de Conteúdo, Qualidade e Limite do Relatório (Abrangência). (GRI-3.7)

São princípios estruturantes da qualidade deste Relatório os principais indicadores econômicos, sociais e ambientais, de acordo com os indicadores GRI, bem como dos stakeholders acionistas, investidores, pecuaristas, clientes, imprensa e público interno. (GRI-4.14)

MATERIALIDADE

Em 2011, a Companhia iniciou o processo de identificação de tópicos relevantes, priorizando aqueles com aspecto material, para definição do conjunto de indicadores aqui relatados, com base em pesquisa interna envolvendo os setores administrativos e operacionais da Minerva. As consultas realizadas junto às gerências de cada setor identificaram as principais demandas dos públicos de interesse internos e externos da Companhia. Esse processo de Materialidade foi a base das edições 2011, 2012 e 2013 do Relatório de Sustentabilidade Minerva Foods. Para a próxima edição está prevista a revisão do teste de materialidade.

No processo de materialidade, também foi considerado o engajamento constante com os stakeholders. Ele ocorre de diferentes maneiras durante o ano, como nas participações de discussões setoriais com a sociedade civil, mensalmente, nos eventos que promove para fornecedores e investidores, bem como naqueles de que participa, entre outros. A Minerva estabeleceu a meta de realizar um mapeamento de partes interessadas (stakeholders) formal em 2015.

“O engajamento constante com os stakeholders ocorre de diferentes maneiras durante o ano, como nas participações de discussões setoriais com a sociedade civil.”

 

A preparação do Relatório

A Companhia contratou o Instituto Envolverde para prestar consultoria sobre o atendimento dos requisitos GRI, o que inclui a definição “do que relatar”. Foram realizadas reuniões entre a organização contratada e a Direção da Companhia, além da Gerência de Sustentabilidade, para a tomada de decisão sobre a materialidade e o conteúdo do documento, com base nas “Orientações para a Definição de Conteúdo do Relatório”, os Princípios a elas relacionados e o Protocolo Técnico – Aplicação dos Princípios do Conteúdo do Relatório da GRI.

Após o fornecimento dos dados selecionados pelas demais áreas internas, a Gerência de Sustentabilidade compilou uma lista dos aspectos materiais que foram relatados num documentobase, submetido à auditoria externa. A partir da verificação dos dados comprobatórios pela equipe de auditores, o conteúdo foi encaminhado para redação e diagramação do material. (GRI-3.5; 4.15; 4.16; 4.17)

Na página 84 encontra-se uma tabela com as respostas aos Indicadores GRI, de perfil e específicos. (GRI-3.12)

Sede da Minerva, no Prolongamento da Av. Antônio Manço Bernardes, s/n.°, Rotatória Família Vilela de Queiroz, Bairro Chácara Minerva, Barretos/SP – CEP 14.781-545. (GRI-2.4)

 

Críticas e sugestões O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

EQUIPE

O Relatório de Sustentabilidade da Minerva Foods 2013 é o resultado do trabalho de numerosos colaboradores que forneceram informações e indicadores referentes ao período relatado. Reflete um processo de melhoria contínua e de aprofundamento das práticas de sustentabilidade. Todos os comentários, críticas e sugestões dos leitores deste documento são extremamente importantes e devem ser encaminhados para o e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo., que se trata de um canal que investidores e outros stakeholders podem utilizar para outros temas relacionados à Companhia. (GRI-3.4; 4.16)

 

Além da versão impressa encaminhada a uma parte dos stakeholders, a Minerva Foods disponibiliza a todos os interessados a versão digital do Relatório, que pode ser consultada ou baixada (download) no website da Companhia.

Boa leitura!