PRODUÇÃO DE BIODIESEL É INDEPENDENTE

Divisão compra oleaginosas de agricultores familiares

 

A Companhia investe na produção de biodiesel, considerado fonte de energia renovável em substituição a combustíveis derivados de petróleo. A Minerva Biodiesel aproveita o sebo bovino proveniente das fábricas de subprodutos ou “graxarias” de frigoríficos, o que agrega valor ao subproduto animal, ao convertê-lo no combustível renovável. (GRI-EN6)

A divisão Minerva Biodiesel compra o sebo das unidades industriais da própria Companhia a preços de mercado, no modelo mais conveniente para o próprio negócio – operação independente, iniciada em 2011. Confirmando essa independência, a divisão adquiriu a matéria-prima também de outras fontes em 2013.

Além do sebo, a usina Minerva Biodiesel processa matériasprimas complementares (soja, amendoim e pinhão manso) que adquire de agricultores inscritos no Pronaf – Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar, aos quais fornece assistência técnica e capacitação para produção das oleaginosas.

Em consequência dessa ação, a Companhia recebeu em 2012, do Ministério do Desenvolvimento Agrário, o direito de uso do Selo Combustível Social, que lhe confere a qualificação de promotora da inclusão social. Já em 2013, a Companhia adquiriu soja de 3.555 agricultores familiares dos Estados de Goiás e Rio Grande do Sul, em atendimento ao percentual mínimo de aquisição de matériaprima originada na agricultura familiar definido para manutenção do Selo Combustível Social, conforme Portaria n. 60/2012 do Ministério do Desenvolvimento Agrário. (GRI-SO 19).

ANP FAZ LEILÕES

Toda a produção de biodiesel do País é monitorada pela ANP – Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis – e disponibilizada em leilões promovidos pela própria Agência.